Translate

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Steven Sinofsky, chefe da divisão Windows, deixa a Microsoft


Steven Sinofsky, da Microsoft
Em outra grande mudança no alto escalão da tecnologia, Steven Sinofsky, presidente da divisão Windows na Microsoft, deixou o cargo.O AllThingsD relata que ele sai em meio à “crescente tensão entre Sinofsky e outros altos executivos”. Ele já foi visto como o herdeiro da Microsoft, alguém que poderia se tornar CEO.
Isso é completamente inesperado, dado o histórico bem-sucedido de Sinofsky na Microsoft. Por que ele saiu?
Fontes dizem ao The Verge que isto nada tem a ver com o desempenho do Windows 8 em vendas, e nem com o Surface.
O problema, aparentemente, era que Sinofsky tentava isolar a divisão Windows, e impedir o avanço de produtos que ameaçassem o poder do Windows. A briga entre departamentos é um problema de longa data na Microsoft, mas agora que ela é uma empresa de serviços, ela precisa ficar mais integrada do que nunca – e Sinofsky poderia ser um obstáculo. Segundo o The Verge:
…seu comportamento (e habilidade) em ser um chefe agressivo e isolado para o Windows – em vez de um chefe holístico para a Microsoft – pode ter lhe custado o cargo. Dado que o futuro do ecossistema da Microsoft exige estreita colaboração entre as diferentes divisões, o futuro de Sinofsky como executivo da Microsoft estava basicamente acabando.
O AllThingsD compara esta situação à da Apple. Há duas semanas, a empresa anunciou que Scott Forstall, vice-presidente do iOS, deixará a empresa. Fontes dizem que o motivo eram as suas relações tensas com outros executivos, num momento em que a Apple quer se integrar ainda mais. (Os tropeços com a Siri, iOS 6 e Mapas também não ajudaram.)
Mas por que Steven Sinofsky sairia agora, pouco tempo depois do Windows 8 ser lançado? Provavelmente isso estava previsto para algum tempo, mas Sinofsky precisava coordenar o lançamento do novo OS. Em memorando aos funcionários, Steve Ballmer diz: “Durante os últimos meses, nós entregamos a base para uma nova era na Microsoft… Entrando nesta nova era, e após o lançamento do Windows 8 e Surface, Steven Sinofsky decidiu deixar a empresa.”
Ainda sobre o timing, Sinofsky diz em carta aos funcionários:
Alguns talvez notem um burburinho especulando sobre esta decisão, ou sobre o timing. Posso garantir a vocês que nada disso é verdade, já que esta foi uma escolha pessoal e privada que não reflete qualquer especulação ou teoria que alguém possa ter – sobre mim, sobre oportunidades, sobre a empresa ou seus executivos.
Ele ainda diz que decidiu sair da Microsoft “para buscar novas oportunidades que desenvolvam essas experiências” dos produtos – como Windows e Surface – nos quais ele já trabalhou.
Sinofsky trabalhou anteriormente na divisão do Office na Microsoft, mas assumiu o cargo de presidente da divisão do Windows após o desempenho constrangedor do Windows Vista. Ele o consertou com o Windows 7, o OS mais vendido da história. Sinofsky ainda ajudou a criar o Outlook.com e o Skydrive, e apoiou bastante o Surface.
Segundo a Microsoft, agora é Julie Larson-Green quem vai comandar toda a engenharia de software e hardware do Windows (inclusive o Surface); enquanto Tami Reller, diretora financeira da Microsoft, irá assumir a estratégia de negócios e marketing do Windows e do Surface.
Talvez seja difícil medir o impacto da saída de Sinofsky tão cedo, já que as duas executivas devem apenas continuar o trabalho já feito. Mas torcemos que este seja um bom sinal para a nova Microsoft.


Pode gostar também de

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...