Translate

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Tudo o que você precisa saber sobre o lançamento do Windows 8


Saiba tudo sobre o Windows 8.
É amanhã o grande dia! Após mais de um ano com versões de teste públicas rolando por aí, posts quilométricos explicando os novos recursos do sistema e uma pitada de desconfiança generalizada, o Windows 8 será enfim lançado. Tire todas as suas dúvidas conosco.

Onde e por quanto atualizar?

Serão três opções de atualização para o Windows 8, variando de R$ 29 a R$ 269.
A primeira e mais barata é, também, a mais restrita. Tem direito a requisitar essa modalidade de atualização quem comprou ou vai comprar um computador novo rodando Windows 7 (exceto Starter) entre os dias 2 de junho de 2012 e 31 de janeiro de 2013. Se você se enquadra, basta fazer o cadastro no site e aguardar a Microsoft entrar em contato para permitir a compra.
As outras opções são gerais, mas ambas são versões de atualização: trata-se da mesma edição, a Pro, com a diferença do formato – download ou DVD. Para atualizar, você precisa ter uma licença válida do Windows XP, Vista ou 7. Neste caso, não importa a versão: Ultimate, Professional, Home, até mesmo Starter ou qualquer outra – todas podem ser atualizadas para o Windows 8.
A atualização mais barata, disponível a partir de amanhã, é via download. Ela custará apenas R$ 69, um valor baixo mesmo comparando com o dos EUA (lá ele custa cerca de R$ 79). Se você se interessou, pode fazer a compra aqui. E não demore: a oferta vale até o final de janeiro.
A outra, mais cara, é via mídia física (DVD). Desde o começo da semana ela está em pré-venda em várias lojas tradicionais ao custo sugerido de R$ 269. Atenção: esta versão é de atualização – se você quer a versão completa, terá que esperar (leia mais abaixo).
A menos que a sua conexão seja muito ruim ou você faça coleção de caixinhas da Microsoft, não tem motivo para não comprar a primeira, via download. E não se esqueça, depois da compra, de requisitar gratuitamente o Pro Pack, pacote que instala o Windows Media Center no sistema. Basta pedi-lo nesta página.

Como é a atualização?

Se for o Windows 7, a atualização é mais tranquila: arquivos, configurações e programas são todos preservados, nada se perde. No Vista, configurações e arquivos pessoais são salvos. No XP (SP3, hein!), só sobram os seus arquivos pessoais.
Quem quiser fazer uma instalação limpa terá essa opção (vide imagem abaixo): assim você pode eliminar quaisquer vestígios do Windows atualmente instalado – remover arquivos, configurações e programas antigos para dar lugar ao Windows 8.
Opções de atualização.
E o assistente de instalação grava a imagem em um DVD ou pen drive após baixá-la, então não precisa refazer o download se você quiser reinstalar o Windows 8.
Ah, não se preocupe caso a conexão caia ou acabe a energia durante o download; o “baixador” da Microsoft é esperto e continua de onde o processo parou. É tudo bem simples e intuitivo.
Mas atenção: você precisa ter o Windows 7, Vista ou XP instalado no computador. Se não tiver, ocorrerá um erro na ativação. Portanto, não formate o PC antes de instalar o Windows 8. A Microsoft diz que:
Para instalar uma versão de atualização do Windows 8, você já tem que ter o Windows 7, o Windows Vista ou o Windows XP instalado no PC. Caso tenha formatado a unidade antes de instalar a versão de atualização do Windows 8, você não poderá usar a chave do produto (Product Key) de atualização para ativar o Windows 8. Para ativar o Windows 8, você tem que instalar a versão anterior do Windows e depois reinstalar o Windows 8.

Posso atualizar a partir de uma versão Preview/de testes do Windows 8?

Sim, a atualização também é possível para quem usa alguma das versões de testes do Windows 8 (Developer, Consumer ou Release Preview). Mas atenção! Para comprar a atualização, é exigida a CD-Key, a licença válida do Windows XP, Vista ou 7. Não dá para usar uma licença das versões Preview do Windows 8 para comprar a versão final — assim seria muito fácil, né?
Nesse caso, apenas arquivos são transferidos — automaticamente no Release Preview, mediante o uso desta ferramenta no Developer ou Consumer Preview. Os programas e apps precisam ser reinstalados.

Posso usar a licença do Windows 7/Vista/XP de um computador para atualizar outro?

Não. Como informa a Microsoft, “Cada licença de atualização se aplica somente a um computador”. Se você tentar isto, não conseguirá ativar o Windows 8. A Microsoft explica:
Se você tem uma cópia do Windows e a instalou em mais de um PC, talvez a ativação não funcione porque a chave do produto já foi usada em outro PC… será necessário comprar uma chave do produto para cada PC para ativá-los.

Posso atualizar do Windows 32-bit para uma versão 64-bit do Windows 8?

Depende: você está disposto a comprar a atualização em DVD, que custa R$269? Infelizmente, esta é a única maneira de ir para uma versão 64-bit. E você ainda perde tudo – programas, arquivos e configurações – se atualizar dessa forma. Da Microsoft:
[V]ocê não pode fazer isso usando o Assistente de Atualização… você pode instalar a versão de 64 bits do Windows 8, mas tem de comprar o Windows 8 como um DVD. Você também não pode manter nenhum arquivo, configuração ou aplicativo ao atualizar de uma versão de 32 bits para uma de 64 bits.

Tenho Windows em outro idioma. Posso atualizar para o Windows 8 Pro em português?

Sim, inclusive, você pode trocar o idioma do Windows 8 à vontade. O único contratempo é que, caso opte pela mudança durante a atualização, não poderá migrar seus aplicativos e configurações — por isso, a Microsoft recomenda a mudança após a atualização.
Sobre esse assunto, dê uma lida nesta página.

Não curti esse Windows 8. Posso voltar a uma versão antiga?

Não é possível voltar facilmente para a versão antiga: você precisará remover o Windows 8 e instalar de novo o Windows 7/Vista/XP. Para isso, você precisa usar o disco de instalação que você comprou, ou que acompanha seu PC. Caso seu PC não tenha um disco de instalação, você precisa usar o software do fabricante para criar esse disco (ou pendrive).
Vários laptops possuem uma partição no disco rígido que guarda o Windows XP/Vista/7. Não conte com essa partição: crie um disco (ou pendrive) de recuperação ANTES de instalar o Windows 8. A Microsoft avisa que, “depois de instalar o Windows 8, não será possível usar a partição de recuperação para criar um disco de recuperação”.

Eu quero a versão completa! Onde comprar?

Então você quer adquirir a versão completa: você quer sair da pirataria, instalar no PC que você montou, ou usar o Windows no Parallels/Boot Camp. Como fazer?
Por enquanto, não dá. Ainda não há versão “full” do Windows 8 no Brasil: todas as versões no mercado são de atualização. Confirmamos isto direto com a Microsoft. A versão da caixinha é de atualização, e exige uma licença anterior do Windows 7/Vista/XP.
E quando chega a versão full? A Microsoft diz: “até janeiro”, e não revela o preço no Brasil. Nos EUA, os preços já foram divulgados: US$100 e US$140 para o Windows 8 e Windows 8 Pro, respectivamente (veja abaixo as diferenças entre eles). No Brasil, o DVD de atualização custa muito mais que nos EUA; provavelmente será o caso para a versão completa.

Tudo bem se o meu Windows XP/Vista/7 for pirata?

Não. A própria Microsoft diz que “você pode instalar a atualização somente em computadores que têm uma licença legalizada“, e esclarece:
Se você tiver uma cópia falsificada do Windows que não foi publicada e licenciada pela Microsoft, a ativação não funcionará porque a Microsoft não poderá criar uma correspondência entre o perfil de hardware de seu PC e sua chave do produto de 25 caracteres.
Mas Priscyla Alves, gerente geral do Windows na Microsoft Brasil, avisa que quem clicar no balãozinho de pirataria (“Este Windows não é original”) poderá LEGALIZAR sua cópia migrando para o Windows 8. Mas como? Provavelmente, comprando a versão “full” do Windows, que ainda não tem preço definido. A executiva não disse quanto custará essa migração.
Ou seja, se você está no Windows XP/Vista/7 pirata, haverá uma opção para legalizar sua cópia, mas ela certamente será mais cara que a atualização.

Minha máquina aguenta o Windows 8?

Os requisitos mínimos são bem amigos do PC velho. Confira:
  • Processador de 1 GHz;
  • 1 GB de RAM (32 bits) ou 2 GB de RAM (64 bits);
  • 16 GB (32 bits) ou 20 GB (64 bits) de espaço livre em disco;
  • Placa de vídeo DirectX 9 com WDDM 1.0 ou superior.
Para rodar apps modernos, a resolução mínima da tela deve ser 1024×768. Para poder usar todos os recursos, como o Snap (dois apps lado a lado), a Microsoft exige 1366×768.
A melhor maneira de verificar e ter certeza de que seu computador aguentará o Windows 8 sem problemas é rodando o Assistente de Atualização antes de comprar o novo Windows. Ele verifica se a configuração está ok e, de quebra, ainda diz se os seus programas deixarão de funcionar com o novo Windows.

Quais edições do Windows 8 existem?

Felizmente a Microsoft fez uma limpa no rol de edições do Windows 8. Em vez daquele zilhão das versões anteriores, agora são apenas duas. Ou três. Ou, ainda, quatro. Calma, vamos com calma.
Para o consumidor final, serão Windows 8 e Windows 8 Pro. A primeira deve ser suficiente para a maioria, sendo mais ou menos equivalente à edição Home Premium do Windows 7. O Windows Pro é o Ultimate: vem com tudo, incluindo opções bem específicas para ambientes corporativos, como BitLocker e Hyper-V. Ela também dá direito ao Windows Media Center; basta, como explicado acima, requisitar o programa à Microsoft após a instalação.
Ainda existe o Windows 8 Enterprise, que é uma versão Pro ainda mais parruda, com recursos como Windows To Go e AppLocker, vendida apenas para clientes corporativos por meio de contratos com a Microsoft. Não é para nós, meros mortais, e os extras dele de fato não fazem sentido algum para usuários domésticos e profissionais liberais — são coisas mais voltadas para o gerenciamento de grandes parques de máquinas.
Por fim, tem o Windows RT. Ele não é exatamente um sabor do Windows 8, é um Windows… diferente que se parece muito com o Windows 8. Roda com processadores ARM, tem uma série de limitações (veja elas aqui) e não estará à venda diretamente para o consumidor, apenas instalado em hardware novo — presumivelmente, a maioria tablets.

Quais as novas máquinas que serão lançadas com o Windows 8?

Várias, de tablets a híbridos, passando por all-in-ones e desktpos tradicionais. A Microsoft promete uma grande variedade de formatos — conheça todos eles nesta página.
Algumas a gente já conhece (e mostra abaixo); na medida em que outras forem anunciadas, atualizaremos o post. De antemão, sabemos que 12 empresas lançarão produtos com Windows 8 no Brasil. São essas: Asus, CCE, Dell, HP, Itautec, Lenovo, LG, Megaware, Positivo, Samsung, Semp Toshiba e Sony.
Notou a falta de alguém? Pois é. Por ora, nada de Surface no Brasil.

Dell XPS 12

Dell XPS 12.
Lembra do Inspiron Duo? Então, a ideia é a mesma, mas as especificações e o acabamento parecem bem melhores nessa nova versão. O XPS 12 é classificado como “o primeiro ultrabook híbrido” da Dell. Tem tela “edge to edge” de 12,5″, acabamento em fibra de carbono e alumínio, resolução Full HD e pode ser configurado com Core i7 Ivy Bridge. Disponível no Brasil “em breve”.

Dell Inspiron One 2330

Dell Inspiron One 2330.
Este é um all-in-one com tela de 23″ e resolução Full HD — a touchscreen é opcional, bem como a placa de vídeo dedicada AMD Radeon de 1 GB. Ele já está disponível aqui, mas a versão com tela sensível a toques chega “nas próximas semanas”.

Asus Vivo Tab RT

Asus Vivo Tab RT.
Pense em uma versão com Windows 8 do Asus Transformer Pad (Android). O Vivo Tab RT é um tablet, nesse caso com Windows RT e, consequentemente, processador ARM (Nvidia Tegra 3), mas a Asus oferece uma base com teclado que transforma o equipamento em uma espécie de notebook. A tela tem 11,6″ e resolução de 1366×768 — o suficiente para usufruir de todos os recursos da nova interface moderna do sistema.

Samsung ATIV Smart PC

Samsung ATIV Smart PC.
Quem prefere um tablet com processador x86, para poder usar apps legados também, tem como opção o ATIV Smart PC, da Samsung. O conceito é parecido com o do modelo da Asus: um tablet com uma base com teclado acoplável. A grande diferença está no interior: sai o Tegra 3 da Nvidia, entra um Atom Clover Trail, da Intel. Com isso, sai o Windows RT, entra o Windows 8.
Estamos averiguando se a versão mais parruda do Smart PC, a Pro com processadores Core i3/i5, vem para o Brasil também.

Lenovo IdeaPad Yoga 13

Lenovo IdeaPad Yoga 13.
Parece um notebook normal, mas olhe bem. Mexa essa tampa aí, abra ela pra valer. Viu? O IdeaPad Yoga 13 permite que a tampa/tela gire quase 360º, transformando-se em um tablet. Ou um porta-retrato em “V” bem caro — o preço sugerido é de R$ 8.999. A configuração traz Core i5 Ivy Bridge, 4 GB de RAM, SSD de 128 GB e tela sensível a toques de 13,3″ com resolução de 1600×900.

Sony Duo 11

Sony Duo 11.
Mais um híbrido, e diferente dos mostrados acima. O Duo 11, da Sony, é um tablet que desliza para cima revelando um teclado completo — esse design a Sony chama de “Surf Slider”. Ele é bem parrudo para um carinha de 11″ com tela sensível a toques, com Core i7 Ivy Bridge, 6 GB de RAM, SSD de 128 GB e apenas 1,3 kg. O preço, porém, é de gente grande: R$ 5.299.

Só esses?

Achou pouco? Nem tanto. Só no evento de lançamento do Windows 8 para a imprensa que rolou hoje, em São Paulo, a Microsoft reuniu 60 (!) máquinas novas com a nova versão do sistema. Claro, a maioria não é formada por tablets bacanas como esses acima e, comparando a nossa página de tablets e conversíveis recomendados pela Microsoft com a dos norte-americanos, nota-se uma desvantagem aqui. Mas é um bom número e que deve aumentar até o Natal.

O melhor fica para amanhã

Ufa! Quanta coisa, não? Não, longe disso. O lançamento oficial do Windows 8 é amanhã e estamos fazendo os últimos ajustes em algo muito legal, muito grandioso relacionado a ele para apresentar a vocês. Windows 8 e coisa muito legal e grande do Giz, tudo junto, no mesmo dia. Não podemos dizer o que é ainda (ou deixaria de ser surpresa, d’oh!), mas a gente acha que todo mundo vai curtir bastante.

Pode gostar também de

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...