Translate

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Amazon anuncia Kindle Fire HD e impressiona com recursos inéditos




Que a Amazon estava prestes a anunciar uma versão atualizada do Kindle Fire todo mundo já sabia — tanto que a própria empresa já havia antecipado isso —, mas ninguém esperava que a nova geração de tablets seria tão interessante quanto o que foi apresentado no início da tarde desta quinta-feira, 6 de setembro. Então, que tal entrar no feriadão já pensando no que pode ser seu próximo dispositivo?

O grande destaque do Kindle Fire HD está exatamente naquilo que seu próprio nome sugere, ou seja, a tela de alta qualidade. Para isso, a companhia optou por trazer dois modelos diferentes, com 7 e 8,9 polegadas. Ambos chegarão ao consumidor com resolução de 1920x1200 pixels e com uma redução no reflexo de até 25%.


Foco no serviço


De acordo com o diretor-executivo da Amazon, Jeff Bezos, o Kindle Fire HD não é uma “mercadoria” da companhia, mas um serviço. Para ele, o tablet serve exatamente para melhorar outros produtos e facilitar seu uso. Mas o que isso significa?




O aparelho traz, de fato, um foco muito maior em seus recursos do que em suas especificações. É o caso do FreeTime, uma ferramenta de controle parental que vai permitir aos pais determinar não apenas o conteúdo, mas o tempo que seus filhos passam em frente ao dispositivo. Assim, eles podem definir que a criança fique apenas 30 minutos em jogos para poder passar o resto do dia sobre um e-book.

Outra novidade é o chamado Whispersync for Voice, um recurso que vai ajudá-lo a acompanhar sua leitura em diferentes gadgets. Mais do que isso, ele sincroniza seu avanço não apenas nas páginas de um livro tradicional, mas também em um audiobook. Assim, além de onde, também não importará como você está avançando.

Essa novidade estará integrada com o chamado Immersion Reading. Caso você tenha as duas versões da mesma obra, pode uni-las para criar uma leitura diferenciada em que o narrador vai acompanhar seu desenvolvimento pelas páginas. Embora pareça uma função um pouco inútil e confusa, ela pode ser de grande ajuda para quem está tentando aprender um novo idioma e quer conhecer novas pronúncias.


Outras novidades

Ainda dentro dessa abordagem mais voltada ao serviço que a Amazon quer dar ao Kindle Fire HD, temos algumas novidades específicas para os amantes da Sétima Arte. Sabe quando você está assistindo a um filme e não se lembra do nome do ator que está naquela cena, mas tem certeza de que ele apareceu em outro lugar? Agora, com o X-Ray for Movies, isso deixa de ser um problema.




Com um único toque, você pode acessar a página daquele artista no IMDb e conferir seus trabalhos anteriores — tudo isso sem ter de interromper a exibição do filme. De acordo com a empresa, a ideia é criar um ecossistema em que o usuário possa interagir com outros conteúdos.

Esse raio X também está disponível dentro dos próprios livros. Com ele, você consegue conferir o perfil dos personagens e de locais descritos na obra. No caso de figuras, lugares e eventos históricos, ainda será possível se conectar à Wikipedia e a outras redes para saber mais da importância daquele ponto em questão.

Por fim, não podemos deixar de citar uma das principais sacadas da Amazon na hora de estimular o consumo dos proprietários do Kindle Fire HD. Mostrando que a companhia acompanha o mercado de games e o crescimento das microtransações em títulos para dispositivos móveis, o tablet trará nada menos do que uma bonificação para quem adquirir itens ou outras vantagens dentro de seus jogos.




E a parte técnica?


Se ainda assim você não se empolgou com o Kindle Fire HD, saiba que ele também traz uma especificação bem interessante e que não deixa nada a desejar para os demais tablets que estão no mercado. Confira o que foi revelado de sua configuração:

  • Tela de 7 e 8,9 polegadas com resolução de 1920x1200 pixels;
  • 1 GB de RAM;
  • Processador dual-core OMAP 4470 de 1,5 GHz;
  • Opções de 16 e 32 GB de armazenamento;
  • Câmera frontal para videoconferências.

Além disso, a Amazon também investiu pesado na conexão com a internet de seu novo dispositivo. Exemplo disso é que ele conta com duas antenas Wi-Fi e suporte à tecnologia MIMO, que aproveita qualquer rastro de sinal para transformá-lo em algo utilizável. Essa combinação faz com que a velocidade de navegação fique até 41% melhor do que o que acontece no iPad de terceira geração.


Perguntas importantes: quanto e quando?

De acordo com a empresa, os primeiros modelos do Kindle Fire HD chegarão ao mercado na próxima semana, mais especificamente no dia 14 de setembro. O preço inicial será de US$ 199 — cerca de R$ 403 na cotação atual — na versão com tela de 7 polegadas e 16 GB de armazenamento.

Quem optar pela edição maior, com 8,9 polegadas, terá de esperar um pouco mais. Isso porque a Amazon só vai disponibilizá-lo a partir do dia 20 de novembro a partir de US$ 299 (R$ 606).


A Amazon no mundo 4G


Para finalizar as novidades do novo Kindle Fire, uma novidade voltada especialmente para quem quer estar conectado em todos os lugares e sempre com a melhor velocidade possível. Os tablets de 8,9 polegadas trarão suporte a redes 4G como opcional e algumas ofertas bem interessantes.

Embora o aparelho em si custe um pouco mais caro — a partir de US$ 499, ou seja, R$ 1.012 —, os consumidores poderão assinar um pacote de dados anual de US$ 50 com a companhia. Em outras palavras, são menos de R$ 8,50 mensais para obter o melhor da internet móvel. Só resta saber se essa oferta será válida em outros países.
Por enquanto, o Kindle Fire HD não está sendo enviado para o Brasil.


Fonte: http://www.tecmundo.com.br/kindle/29659-amazon-anuncia-kindle-fire-hd-e-impressiona-com-recursos-ineditos.htm#ixzz25jmPEHPA


Uma tela de 7 polegadas mais que Full HD!!! Full HD é 1920x1080 e a tela do Kindle Fire HD é 1920x1200!!! Legal =D

Pode gostar também de

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...