Translate

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Apple apresenta novos iPhones e Apple Watch



Hoje a Apple apresentou os novos modelos de iPhone, com melhorias no hardware e câmeras, o novo Apple Watch e o novo fone de ouvido sem fio.

As melhorias em comum no iPhone 7 e no iPhone 7 Plus é no botão Home, que agora é ativado por pressão e não mais como um botão, como nos MacBooks. Além disso, ambos contam com o novo processador A10 Fusion, que conta com quatro núcleos, dois de alto desempenho e dois de alta eficiência energética, assim quando o aparelho precisar de mais desempenho usará os núcleos de alto desempenho, se não, os dois de alta eficiência. 


Outra melhora é a resistência a água e poeira agora, com certificação IP67, que garante que o aparelho suporta até 1 metro de profundidade por 30 minutos. Para deixar o aparelho mais fino, a Apple retirou a saída de áudio 3,5 mm padrão de ambos os iPhones, então agora para usar um fone de ouvido a partir desta geração no iPhone, somente por Bluetooth ou conector Lightning. Mas a Apple colocou dentro da caixa dos novos iPhones um adaptador Lightning-P2 (3,5 mm) para que os usuários ainda possam usar os seus fones antigos. A mudança não é apenas para deixar o aparelho mais fino, mas também porque o conector Lightning permite uma melhor saída de áudio por ser digital, assim como o USB Type-C, ao contrário do conector 3,5 mm.


A maior diferença dos novos iPhones fica na câmera. Tanto o iPhone 7 como o iPhone 7 Plus contam com câmera de 12 MP com abertura f/1.8 e estabilização óptica de imagem. O flash é mais intenso e agora o aparelho usa um processador de imagem para realizar várias operações em pouquíssimo tempo. E agora com o iOS 10 os iPhones terão suporte a fotos em formato RAW. Apenas o iPhone 7 Plus conta com câmera dupla. A câmera frontal foi melhorada e agora conta com um sensor de 7 MP com abertura f/2.2.


Por último, a bateria. Agora os iPhone 7 e iPhone 7 Plus contam com autonomia de bateria entre 12 e 13 horas, respectivamente, de navegação seguida em 4G LTE, ou seja, duas horas a mais em relação ao iPhone 6S e uma a mais em relação ao iPhone 6S Plus.

Ambos os modelos serão lançados dia 16 de setembro nos EUA, mas a pré-venda começa dia 9 de setembro. O iPhone 7 será vendido nas seguintes versões: 32 GB (US$649), 128 GB (US$749) e 256 GB (US$849), o iPhone 7 Plus será vendido nas mesmas opções: 32 GB (US$769), 128 GB (US$869) e 256 GB (US$969). Ambos serão vendidos em cinco cores: rosa, dourado, prata, preto e jet black. A versão jet black conta com acabamento anodizado e polimento no corpo, deixando-o mais brilhante e disponível só nas versões de 128 GB e 256 GB.


Os primeiros países que receberão os novos iPhones dia 16 de setembro são: Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, China, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Hong Kong, Irlanda, Itália, Japão, Luxemburgo, México, Holanda, Nova Zelândia, Noruega, Portugal, Porto Rico, Singapura, Espanha, Suécia, Suíça, Taiwan, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido e Estados Unidos.


No mesmo evento, a Apple também anunciou o novo Apple Watch Series 2, com GPS embutido. Ele também conta com um processador Dual Core e um chip gráfico com o dobro da performance do chip presente no Apple Watch original, com isso, ele é capaz de rodar apps a 60 fps. A tela possui 1.000 nits, o dobro que no Apple Watch original e é a tela mais brilhante que a Apple já usou.


O design é parecido e as pulseiras lançadas para o Apple Watch original são compatíveis com o Series 2. Ele estará disponível em alumínio, aço inoxidável e cerâmica, custando a partir de US$369 e a pré-venda começa dia 9 de setembro, assim como a dos novos iPhones.


Além disso tudo, o Apple Watch original será chamado agora de Series 1 e será vendido com o chip S2, presente no Series 2, e custará US$269. 



A maior novidade no evento, na minha opinião, são os novos fones de ouvido sem fio, os AirPods. O fone conta com um chip W1, que estará presente nos fones da Beats. O chip deve fornecer melhor qualidade de som e administrar a bateria de modo inteligente.

Graças aos sensores e o chip W1, caso você remova os fones, eles desligam. A Siri também pode ser acionada pelos novos AirPods por causa dos sensores, basta o usuário dar um duplo toque em um dos fones.

O case dos fones é o carregador também, que armazena até 25 horas de carga, mas a bateria dos fones é de até 5 horas. De acordo com a Apple, basta abrir o case dos fones perto de um iPhone para conectá-los, sem necessidade de parear ou botões.


Os AirPods começarão a ser vendidos em outubro por US$159 nos EUA.


Com o anúncio dos novos iPhones, os aparelhos da Apple no Brasil diminuíram de preço também, mas nem todos os produtos estão disponíveis:

  • iPhone SE 16 GB: R$2.499 (custava R$2.699)
  • iPhone SE 64 GB: R$2.699 (custava R$2.999)
  • iPhone 6S 32 GB: R$2.999 (custava R$3.999)
  • iPhone 6S 128 GB: R$3.399 (custava R$4.599)
  • iPhone 6S Plus 32 GB: R$3.599 (custava R$4.299)
  • iPhone 6S Plus 128 GB: R$3.999 (custava R$4.899)
  • Apple Watch Series 1 38 mm: R$2.199 (custava R$2.899)
  • Apple Watch Series 1 42 mm: R$2.349 (custava R$3.299)
  • Apple Watch Series 2 38 mm: R$2.999 
  • Apple Watch Series 2 42 mm: R$3.149
  • EarPod com conector Lightning: R$249
  • AirPods: R$1.399

Pode gostar também de

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...